WINDOWS 7

22/02/2011

Quem acompanha as notícias diárias, já deve saber do Windows 7 não é? Para quem não sabe ainda, o Windows 7 é o novo sistema operacional da Microsoft, que ainda se encontra na fase Alfa, sendo a sua versão Beta prevista para mês que vem.

Mesmo estando em fase Alfa, ou seja, mesmo que ainda esteja sendo desenvolvido pela Microsoft, o sistema já se destaca, e tem funções que realmente são de chamar atenção. Como eu acompanho o desenvolvimento do sistema há algum tempo, vou mostrar para vocês, aqui e agora (duh?), todas as novidades que o novo sistema traz:

Performance

Performance é a palavra chave de tudo (abra-te sésamo), e digamos que o Windows 7 tem um molho de chaves. O sistema chega a ser até 30% mais rápido que o Windows Vista, e alguns % mais rápido que o Windows XP. Numa mesma maquina, os 3 sistemas foram testados, assim, sendo feito um benchmark deles:

Performance – barra maior é melhorTempo de boot – barra menor é melhorSó com os dois gráficos, já da para reparar que o Windows 7 tem posição de destaque em performance. Mas é claro, performance não é tudo, um bom ambiente de trabalho é essencial para que o Windows rode bem, e não como uma carroça. É ai que entra o Aero, já presente no Windows Vista, e melhorado no Windows 7.

Aero, no Windows 7 é melhor!

Aero é o Flip3D, é a borda da janela transparente, é o menu iniciar transparente. Bem, até ai, nenhuma diferença entre o Vista e o 7, mas é ai que o novo sistema sai na frente (na verdade, o Vista saiu na frente, já que foi lançado antes, mas deixa pra lá). Hot Track, Aero Peek, Super Bar, esses são exemplos dos novos recursos que o novo Windows nos traz.

  • Hot Track: passando o mouse em cima de um programa que esteja na barra de ferramentas, o Hot Track faz com que o fundo dele fique da mesma cor que predomina no ícone, ou seja, fica muito mais fácil diferenciar as janelas.

HotTrack no icone do Internet Explorer

Outros exemplos de HotTrack

  • Aero Peek: um recurso fantástico, e básico. Ele faz com que as janelas apareçam transparentes quando você passa o mouse em cima do botão “Mostrar Desktop” e também quando você redimensiona uma janela, assim sendo mais fácil ver o Desktop e saber como a janela irá ficar. Também pode ser usado com as miniaturas (veja na imagem). Já Aero Snap, faz com que a janela seja “inteligente”, isso é, quando você arrasta a janela para a parte de cima do seu monitor, a janela se maximiza.

Aero Peek funcionando

  • Super Bar e Jump List: a novidade mais aguardada e perceptível no Windows 7  é a Super Bar, novidade que deu um novo “look ” ao OS e o deixou muito mais lindo. A JumpList, complementa o super bar, mostrando em forma de menu, os arquivos mais acessados (se você estiver no IE, ele vai mostrar os sites), atalhos, desfixar o programa da barra de tarefas e muitos outros.

Jum List

Super BarTodas essas novidades e mais algumas são conferidas no Aero. Porém, não foi só ele que sofreu alteração, quase todo o Explorer sofreu, principalmente, por causa das bibliotecas!

Bibliotecas (libraries) no Windows 7, livros, músicas e muito mais!

Isso foi, pessoalmente, uma coisa que me surpreendeu bastante. Quantas vezes vocês já se deparou com 4 pastas de músicas em diferentes lugares (ex: uma pasta no C:, outra pasta no C:\musicas…)? Bem, isso vai continuar acontecendo no Windows 7, porém agora, você tem a opção de colocá-las em um só lugar, chamado library. O recurso library permite à você adicionar todas as pastas sobre um determinado assunto (foto, músicas, vídeos) todas interligadas em um só lugar, assim sendo mais fácil e rápido se achar.

Incluir na bibliotecaVídeos, músicas, vídeos e documentos podem ser armazenados tudo nas libraries, sendo assim, mais difícil de você se perder nas pastas. E as libraries são as únicas pastas que tem um visual “especial” dentro do Windows 7.

Visual diferente para as libaries

DirectX 11, Warp e muito mais…

DirectX 11 é uma promessa da equipe da Microsoft para com seu novo OS. E, o recurso mais fantástico (foi pra ressaltar mesmo), é o WARP. Warp (Windows Advanced Rasterization Platform) é o recurso que só virá para o Windows 7, que faz com que seu processador funcione como uma GPU. Ou seja, usa seu processador como uma placa de vídeo. Com uma CPU de 800 MHz e somente 500MB de memória, já é possível rodar o Warp, que por padrão, virá otimizado. Claro, o Warp não faz milagre, mas veja:

Desempenho do Warp em processadores Quad e Dual Core

Não importa a região, o Windows 7 tem para todos!

Temas regionais, a frase sozinha lembra um Atlas (não sei porque…), mas na verdade é um “recurso” que o Windows 7 traz. Uma cor para o Aero, e diferentes wallpapers em slide fazem com que os temas regionais sejam únicos! A propósito, o SlideShow de Wallpapers é um outro recurso “inovador” (que vários programas já tinham) do Windows 7. Agora seus papéis de parede podem mudar em um determinado tempo que você escolhe, assim, deixando seu Desktop sempre novo.

África do SulAustrália

Estados UnidosCanadáReino Unido

E com os novos temas, um novo menu iniciar também aparece. Bem, pelo menos uma parte dele, a parte das tarefas. Agora o menu iniciar mostra os documentos que você tenha salvo recentemente em determinado programa, e algumas funções do programa, como por exemplo, a função de recuperar playlist no Windows Media Player 12.

Tarefas do Windows Media Player 12

Novas interfaces, mesmos programas

Principalmente três programas receberam um update no Windows 7: o Windows Media Player 12, o Paint e o WordPad. Os 3 programas além de lembrarem muito o Office 2007, por utilizarem a interface Ribbon, estão combinando muito com o sistema, apesar do Windows Media Player 12 estar (na minha opinião) feio que dói.

WordPad estilo Office 2007

Paint, remodeladoWindows Media Player 12

Action Center, tudo em um só lugar

Uma coisa muita chata no Windows Vista são aqueles irritantes balões que aparecem. Pelo menos eu perdia em média 80% daqueles balões, mas graças a Deus fizeram a ferramenta para mim no Windows 7! Agora, você pode ter todos os avisos, tanto de segurança como outros em um só lugar, chamado de Action Center, e tudo podendo ser facilmente acessado por uma pequena bandeira na barra de ferramentas (ao lado do relógio).

Action Center

Multi-touch, na palma de seus dedos!

A nova tecnologia Multi-Touch é um dos recursos em que a Microsoft mais investe em sua propaganda. Muito parecido com o multi-toque do iPhone, no Windows 7 tudo pode ser controlado pelo simples tocar de dedos na tela (que seja compatível com multi-toque de preferência). O vídeo abaixo mostra tudo:

Caçando erros

Uma grande iniciativa, conhecida como Windows 7 TaskForce é uma espécie de comunidade destinada a encontrar os mais diversos erros no novo OS. E realmente, dando uma passadinha lá, você encontra erros “incríveis”, e grandes sugestões.

capturar-510x73

Requerimentos do sistema

Os requerimentos do sistema são praticamente os mesmos do Windows Vista, e como não foi liberada nenhuma informação a respeito disso até o momento, então, é o que segue. Porém, o sistema roda muito mais rápido que o Vista.

Recomendável:

  • Processador de 1 GHz (32 ou 64-bit)
  • 1 GB de ram
  • Placa de vídeo de 128MB com aceleração 3D
  • HD de 40GB com 15GB livres

Que comecem os testes!

A versão beta do Windows 7 está prevista para mês que vem, sendo liberada somente para os beta-testers. A Microsoft já começou a enviar convites para eles avisando sobre a liberação, abaixo o email enviado (em inglês) para os testers:

“While (the Windows 7) beta will not be available until early 2009 we, know you are excited to get started so we have opened the microsoft.beta.win7.lobby (on the Microsoft Connect site) so you may begin renewing acquaintances with previous participants as well as meeting new testing peers. After accepting the invitation, you will be able to sign into Microsoft Connect and click on the ‘Windows 7 Beta Program’ link for more information on accessing the newsgroups.

“As well, to better understand our audience and how we are asking you to complete the following three surveys to tell us about yourself. Each survey has 20-40 questions and each should take you approximately 20-30 minutes to complete. You don’t have to take them all at once nor do you have to do it right now.  We ask though that at some point you find time to complete them. As a thank-you for completing these prior to the end of the calendar year (Prior to January 1st, 2009) each participant who completes all three surveys (or indicates ‘already taken’) will be put into a drawing and five winners selected to receive some Windows 7 logo’ed toys!”

E a conclusão é…

O Windows 7 é tudo o que o Vista deveria ser, rápido, lindo e estável, e a Microsoft está caminhando para o caminho certo. No momento, o OS se encontra no estágio Alfa, na build 6956, e alguns sites de torrent já liberaram a sua .iso para download. O sistema, mesma ainda estando em desenvolvimento, é rápido e apresenta pouquíssimas incompatibilidades ou travamentos.

-23.474868 -46.707903

Editar : Editar
Comentários : Deixar um comentário »

Categorias : Uncategorized


10 Dicas para o mensseger

7 02 2011

1) Deixe o apelido vazio

O Messenger obriga o usuário a escrever um apelido para ser identificado pelos demais. Mas é possível deixar o espaço em branco. No campo do apelido, enquanto mantém a tecla ALT pressionada, digite “0160″ (sem aspas) no teclado numérico – normalmente do lado direito do teclado.

2) Quem adicionou você à lista de contatos

Pode ocorrer de um usuário adicionar você à lista de contatos sem o seu conhecimento. Para ter mais controle, existe uma área do programa que revela esta lista. Vá em Ferramentas > Opções > Privacidade, e clique no botão Ver. Vai aparecer a relação de todas as pessoas que têm você em suas listas de contato.

3) Utilize um endereço que não seja do Hotmail

Sim, é possível utilizar outro endereço de e-mail que não seja do Hotmail ou do MSN. Para tanto, é necessário entrar no Microsoft Passport (www.passport.net) e efetuar um novo registro. Preencha os dados solicitados e, no campo e-mail, digite o endereço com o qual você deseja se conectar ao Messenger (é necessário ser um e-mail válido). Depois de terminado o processo, basta aguardar uma mensagem por meio da qual você poderá ativar a nova conta.

4) Guarde a lista de contatos

Para o caso de você trocar de conta (dica anterior), é fundamental que você conserve a sua lista de contatos (do contrário, vai ter que adicioná-los um a um). Para isso, clique no menu Contatos e em Salvar lista de contatos. Finalmente, selecione uma pasta na qual o Messenger guardará o arquivo.

Para recuperar a lista em uma nova conta, vá novamente em Contatos e clique na opção Importar contatos de um arquivo. Em seguida, selecione o arquivo guardado.

5) Evite mensagens de pessoas que não estão na sua lista

Abra o menu Ferramentas do Messenger e clique em Opções. Depois selecione a aba Privacidade. Acima das listas de usuários, marque a opção Somente as Pessoas da minha Lista de Permissões podem ver meu status e enviar mensagens para mim.

6) Apague o endereço de e-mail de um computador público

Muitos amantes da privacidade detestam que o endereço de e-mail utilizado para acessar o Messenger fique armazenado em um computador público, como os de cibercafés. Para evitar isso, siga os seguintes passos (depois de encerrar a seção do Messenger):

# Clique no botão Iniciar (do Windows) e em Executar;
# Digite no campo de texto “control userpasswords2″ (sem aspas);
# Clique em OK. Vai aparecer a janela Contas de usuário;
# Selecione a aba Avançado;
# Clique em Gerenciar Senhas e selecione o endereço que você deseja remover do computador;
# Aperte o botão Remover e feche as janelas;

7) Faça desaparecer a janela “MSN Hoje”

Para fazer com que a janela “MSN Hoje” não apareça mais no início da seção, clique em Ferramentas > Opções > Geral. Depois, desative a opção Exibir o MSN Hoje ao entrar no Messenger.

8) Quebre a linha sem enviar a mensagem por acidente

É comum, durante o bate-papo, o usuário tentar quebrar a linha com a tecla Enter e acabar enviando a mensagem incompleta. A solução é simples: basta manter a tecla Shift pressionada ao apertar Enter.

9) Dê um zoom no bate-papo

Esta é uma opção interessante para aqueles que não gostam de caracteres pequenos. Para dar um zoom na mensagem – tanto no campo de bate-papo como no de digitação -, pressione a tecla Control e movimente a roda do mouse para aumentar ou diminuir o tamanho das letras.

10) Troque o fundo

A imagem de fundo do Messenger é o arquivo lvback.gif, localizado na pasta C:Arquivos de programaMessenger. Basta colocar uma imagem de mesmo nome no local – mas sugerimos que, antes, você renomeie a original para, por exemplo, lvback_original.gif.

Depois de copiada a nova imagem para a pasta do Messenger, o fundo vai aparecer na próxima vez em que o programa for inicializado.

-23.474868 -46.707903

Editar : Editar
Comentários : Deixar um comentário »

Categorias : Uncategorized


30 Dicas para o windows 7

6 02 2011

Tim Sneath – que segundo o Microsoft Developer Network tem a missão de observar desenvolvedores criarem aplicativos impressionantes com a plataforma Microsoft e tentar convencer sua mãe de que os computadores não fazem mal – publicou em seu blog uma lista com 30 dicas e truques secretos para o Windows 7, próxima versão do Windows que recentemente teve seu estágio de testes aberto publicamente.

Windows 7

O Guia do PC foi autorizado pelo próprio Tim Sneath, gerente de grupo da equipe do Microsoft Silverlight e WPF Technical Evangelism na Microsoft, a produzir uma tradução livre do texto (thank you!). As dicas e truques são de autoria dele, bem como os créditos (mas a tradução livre é nossa!). Dê uma olhada no artigo original em inglês (com uma linguagem meio complicada), se preferir.
1. Gerenciamento de janelas

Você provavelmente viu que o Windows 7 facilitou bastante o gerenciamento de janelas: agora é possível grudar a janela do lado esquerdo ou direito da tela simplesmente movendo-a para as bordas. Além disso, você pode mover a janela para o topo da tela para maximizá-la, e dar um duplo-clique na borda superior ou inferior da janela para maximizá-la verticalmente. Essas ações estão disponíveis em teclas de atalho também:

* WinKey + Seta para esquerda e WinKey + Seta para direita = gruda
* WinKey + Seta para cima e WinKey + Seta para baixo = maximiza e restaura/minimiza
* WinKey + Shift + Seta para cima e WinKey + Shift + Seta para baixo = maximiza verticalmente

A função de grudar a janela em cada um dos lados é muito valiosa em monitores widescreen: faz com que o velho jeito do Windows de organizá-las manualmente pelos menus de contexto torne-se bastante “doloroso”.
2. Projetores de tela

Você está farto de ter que utilizar utilitários de terceiros para enviar a imagem do seu notebook em um projetor externo? Então é provável que você ficará muito feliz em saber que a projeção de imagem é algo rápido e muito simples no Windows 7. Basta pressionar as teclas WinKey + P, e você verá a seguinte janela pop-up:
Configuração: Exibir área de trabalho somente na tela do computador

Configuração: Exibir área de trabalho somente na tela do computador

Use as setas (ou continue pressionando WinKey + P) para alternar entre os modos de exibição “clonado” (imagem exibida no monitor e projetor ou monitor externo), “estendido” (utiliza o display da máquina juntamente com o externo) ou “apenas externo“. Você também pode acessar a aplicação pelo displayswitch.exe (busque no menu Iniciar).

Se você quer um controle maior sobre as configurações de apresentação, você ainda pode pressionar WinKey + X para abrir o Windows Mobility Center, que lhe permite configurar uma apresentação “modular”, onde seu programa IM não vai perturbar, screensavers são desativadas e um plano de fundo neutro é definido (Nota: essa ferramenta também está presente no Windows Vista).
3. Acabe com a desordem

Trabalhando com um documento em uma janela e quer se livrar de todas as outras ao fundo? Basta apertar WinKey + Home para minimizar todas as janelas não ativas ao fundo, preservando apenas a janela que você está usando atualmente na mesma posição. Para voltar como estava, pressione a combinação de teclas novamente para restaurar as janelas que estavam ao fundo para seus locais originais.
4. Gerenciamento de janelas em múltiplos monitores

A primeira dica, sobre o gerenciamento de janelas, mostrou como “grudar” janelas no monitor. Uma derivação desses atalhos pode ser usada quando se tem mais de um monitor. Use WinKey + Shift + Seta para esquerda e WinKey + Shift + Seta para direita para mover a janela de um monitor para outro – e mantê-las na mesma localização relativa (esquerda ou direita) do monitor de origem.
5. Atalhos de teclado ao invés de power toys

Uma das ferramentas mais populares do Windows XP era a “Open Command Prompt Here”, que permitia o usuário usar a shell gráfica para navegar no sistema de arquivos e, em seguida, usar o menu de contexto para abrir o prompt de comando no diretório atual. No Windows 7 (e no Windows Vista – embora muitos não saibam), você pode simplesmente segurar a tecla Shift enquanto clica com o botão direito do mouse (menu de contexto) para que a opção apareça. Se o diretório estiver na rede, ele irá automaticamente mapear uma letra de unidade para você.
6. Um Windows “globalizado”

Se você já tentou mudar o papel de parede, provavelmente notou que há um conjunto de wallpapers correspondendo a localidade que você selecionou quando instalou o Windows. De fato, existem vários pacotes de wallpapers instalados com base no idioma que você escolhe, mas há outros escondidos em um diretório. Caso queira conferir as paisagens, basta navegar até C:WindowsGlobalizationMCT e ver as séries de imagens em diretórios separados, correspondendo a regiões diferentes. Apenas dê um duplo-clique sobre o arquivo de tema no diretório do mesmo para exibir as imagens definidas de rotação para aquele país.
7. O gravador de problemas do Windows

Todo desenvolvedor deseja algum recurso que torne mais fácil a explicação de problemas de um software, por exemplo. Muitas vezes, é difícil detectar algum problema no software desenvolvido sem que haja um passo-a-passo de como o problema ocorre. O Windows 7 está aí para resolver esse problema! As ferramentas de diagnóstico que o Windows 7 utiliza para o envio de comentários sobre o produto – o famoso Send Feedback – fornecem uma ferramenta simples para gravação de telas que gera um passo-a-passo do que o usuário fez. Depois de parar a gravação, o gravador de problemas salva tudo num arquivo HTML compactado em ZIP, com uma espécie de slideshow dos passos. É uma ferramenta realmente bem legal. O programa pode ser chamado pelo psr.exe ou no Control Panel (Painel de controle) em Record steps to reproduce a problem (Gravar um passo-a-passo para reproduzir um problema).
Gravador de problemas

Gravador de problemas
8. Instalação de fontes

Nos livramos do diálogo Adicionar Fontes, que tem servido fielmente o Windows nos últimos vinte anos. Claro, nesse tempo todo ele ficou cada vez mais esquecido – a maneira mais fácil de instalar fontes era simplesmente a arrastando-as para a pasta Fontes via Painel de Controle. Mas agora a instalação de uma fonte é realmente fácil – foi acrescentado um botão “Instalar” no visualizador de fontes:
Você pode instalar fontes no Windows 7 pela janela de visualização de fonte

Você pode instalar fontes no Windows 7 pela janela de visualização de fonte

Também há muitos outros novos recursos incorporados no Windows 7, que irão satisfazer alguns usuários, como a capacidade de ocultar fontes baseadas em configurações regionais, o novo motor de renderização de texto DirectWrite e uma nova janela de diálogo que permite a seleção de quatro “pesos” para uma fonte.
Nova janela de diálogo de fontes permite mais de 4 “pesos” para uma fonte

Nova janela de diálogo de fontes permite mais de 4 “pesos” para uma fonte
9. Gabriola

O Windows 7 inclui a fonte Gabriola, elaborada pela Tiro Typeworks que leva vantagem do padrão OpenType para prover uma variedade de conjuntos decorativos de fonte:
Alguns exemplos de variações da fonte Gabriola

Alguns exemplos de variações da fonte Gabriola
10. O que está deixando meu navegador lento?

Se você acha que o Internet Explorer está levando um tempo excessivo para carregar uma página, vale a pena dar uma olhada nos add-ons que você instalou. Uma das ferramentas mais úteis introduzidas no Internet Explorer 8 foi um recurso que mostra o tempo de inicialização de cada add-on. Basta clicar em Tools > Manage Add-ons (Ferramentas > Gerenciar complementos) e ver o tempo de carregamento na coluna do lado direito da lista. O Office 2007, por exemplo, pode instalar um add-on que você nunca usa, mas está lá para consumir recursos do sistema. E é fácil desativá-lo: basta clicar com o botão direito e ir em Disable (Desativar).
11. Organizando a barra de tarefas

Talvez você não saiba que os ícones na nova barra de tarefas não são fixos no local. Você pode reorganizá-los para atender às suas necessidades. Assim, é possível iniciar os cinco primeiros ícones (da esquerda para direita) pressionando as teclas WinKey + 1, WinKey + 2, WinKey + 3, etc.

O que é menos conhecido ainda é a possibilidade de arrastar os ícones da bandeja do sistema, podendo, assim, organizar na sua ordem, ou movê-los para dentro e para fora da janela popup, onde ficam os ícones ocultos. É a maneira mais fácil de personalizar o seu sistema para mostrar as coisas que você quiser, onde quiser.
12. Instalando de um dispositivo USB

No último ano vimos o aparecimento de vários netbooks no mercado, a maioria deles com Linux e Windows XP. Nenhum com Vista, provavelmente devido ao “peso” do sistema, porém com os possíveis upgrades nos netbooks, várias pessoas passaram a instalar o novo sistema da Microsoft em seus netbooks, mas existia um problema: era necessário um drive de DVD, o que a maioria dos netbooks não possui, tornando necessária sua instalação. Com o Windows 7, isso vai ficar mais fácil. Basta formatar um dispositivo de armazenamento USB para FAT32 e copiar o conteúdo do disco de instalação do Windows 7 em seu interior, utilizando o comando “xcopy e: f: /e /f” (onde e: é drive de DVD onde se encontra o DVD de instalação, e f: o dispositivo USB). Uma vantagem também, é que a instalação através de um dispositivo USB é muito mais rápida do que a tradicional.

Além disso tudo, também é importante salientar que o Windows 7 é muito melhor para netbooks que o Windows Vista, já que tem consumo de memória inferior, e lida muito melhor com discos de estado sólido, ou SSD (Solid State Disk), já que, por exemplo, a desfragmentação é desativada por tornar-se desnecessária, e a forma com que o Windows deleta os arquivos é diferente, se adaptando melhor ao formato dos discos sólidos.
13. Quero a Quick Launch de volta!

Você, antigo e fiel a barra de inicialização rápida, deve ter notado que ela não só é desativada por padrão no Windows 7, como está realmente ausente da lista de barras de ferramentas. Pode parecer óbvio, mas o conceito de ter um conjunto de ícones de atalho fixos agora está integrado diretamente a nova barra de tarefas. Baseando-se nas primeiras interfaces gráficas testadas, pensamos que a grande maioria dos usuários vai ser muito feliz com o novo modelo. Mas caso queira a velha inicialização rápida de volta, saiba que os antigos atalhos estão todos lá ainda. Para reativá-la, faça o seguinte:

* Botão direito do mouse na barra de tarefas, escolha Toolbars (Barra de ferramentas) / New Toolbar (Nova barra);
* No diálogo de pasta para seleção, digite o seguinte texto (sem aspas) e pressione a OK: “%userprofile%/AppDataRoaming/Microsoft/Internet Explorer/Quick Launch“;
* Desative a opção de bloquear a barra de tarefas, e clique com o botão direito sobre o separador. Certifique-se que “Show text” (Mostrar texto) e “Show title” (Mostrar título) estão desativados e o modo de exibição definido como “Small icons” (ícones pequenos);
* Utilize os separadores para reorganizar a barra de ferramentas ordenando a sua escolha, e depois bloqueie a mesma novamente.

14. Jump lists

Muito se falou das jump lists, recurso do Windows 7 que permite que aplicativos como o Windows Live Messenger ofereçam uma lista de tarefas úteis. Essas jump lists podem ser acessadas clicando-se com o botão direito na barra de tarefas. Mas existe outra maneira de acessar esse recurso: clique com o botão esquerdo e arraste para cima. Isso foi especialmente feito para dispositivos touchscreen, como o computador tudo-em-um HP Touchsmart.
15. Suporte ao OpenDocument e OOXML

Todos os reviews do Windows 7 destacaram a interface remodelada do WordPad e do Paint, que agora utilizam a interface Office-like Ribbon para destacar suas funcionalidades. Poucos, no entanto, notaram um novo recurso bem interessante: o WordPad agora pode ler e gravar arquivos tanto em Office Open XML, compatível com o Word 2007, como o OpenDocument, apoiado pela Sun e pela IBM.
WordPad do Windows 7 permite salvamento em OOXML e OpenDocument

WordPad do Windows 7 permite salvamento em OOXML e OpenDocument
16. Barra de tarefas no estilo Windows Vista

Várias pessoas não foram exatamente fãs da superbar do Windows 7 quando ela foi introduzida nas primeiras builds. Como ela foi alterada levemente até o Windows 7 chegar ao beta público, muitos se “converteram” e agora preferem o novo visual, principalmente quem abre muitas janelas simultaneamente. No entanto, há mesmo quem prefira a barra de tarefas no estilo do Windows Vista, e a boa notícia é que é possível customizar facilmente a barra de modo que fique parecida com a versão antiga:
A barra de tarefas do Windows 7 pode ser configurada para que pareça com a do Windows Vista

A barra de tarefas do Windows 7 pode ser configurada para que pareça com a do Windows Vista

Para utilizar este visual, clique com o botão direito na barra de tarefas, e vá em Properties (Propriedades). Na janela que se abre, selecione a opção Use small icons (Usar ícones pequenos) e, em Taskbar buttons (Botões da barra de tarefas), selecione Combine when taskbar is full (Combinar quando a barra de tarefas estiver cheia).
17. Aero Peek

Ao ver a barra de tarefas, é possível notar algumas coisas, como o pequeno retângulo no canto inferior direito: esse é o recurso que chamamos de Aero Peek, que permite que você veja gadgets ou ícones em seu desktop (algo como o Mostrar área de trabalho). Existe um atalho de teclado que faz a mesma coisa: WinKey + Barra de espaço.
18. Rodar programas com mais direitos

Quer executar rapidamente um programa na barra de tarefas com permissões de administrador? É fácil – clique no ícone do programa enquanto pressiona Ctrl+Shift, e você imediatamente irá abrí-lo com direitos totais (assumindo que seu usuário tenha as permissões para fazer isso, é claro!).
19. Um pouco mais do mesmo, por favor

Se você já tem um aplicativo aberto na sua área de trabalho (prompt de comando, por exemplo), e pretende abrir uma segunda instância da mesma aplicação, você não precisará voltar para o menu Iniciar. Basta manter pressionada a tecla Shift enquanto clica no ícone do programa e você abrirá uma nova instância do aplicativo ao invés de mudar para ela. Para quem prefere o mouse, basta pressionar simultaneamente, no ícone, o botão do meio (scroll) com o terceiro botão do mouse (botão direito).
20. Um jeito diferente de alternar entre janelas

Outro recurso que muitos usuários avançados irão gostar é a habilidade de fazer uma espécie de “Alt+Tab” entre janelas que pertencem a um mesmo aplicativo. Por exemplo, se você tem dez janelas de conversação do Windows Live Messenger abertas, pode alternar entre essas janelas do Windows Live Messenger: basta manter pressionada a tecla Ctrl enquanto clica no ícone do Windows Live Messenger agrupado. É mais fácil fazer isso do que pressionar Alt+Tab e tentar adivinhar qual é a pequena miniatura que corresponde a janela de conversação do seu contato.
21. Andando pela barra de tarefas

Outro atalho “secreto” do Windows: pressione WinKey+T para mover o foco para a barra de tarefas. Quando o foco estiver nela, basta usar as setas do teclado para selecionar uma janela em particular ou um grupo de janelas e pressionar Enter para executar ou ativar. Você pode sair do modo pela tecla Esc. Eu não sei exatamente o motivo disso acontecer, mas presumo que o atalho foi introduzido por questões de acessibilidade. No entanto, ele é igualmente útil para usuários avançados – outro motivo para que os desenvolvedores tenham cuidados para garantir que seu código é acessível.
22. Uma dica widescreen

Superbar verticalPraticamente todos os monitores vendidos atualmente junto com desktops e notebooks são widescreen. Quando você tenta assistir DVDs nesse formato ou visualiza trabalhos em widescreen, muitas vezes pensará que está um pouco “prensado” verticalmente.

Como resultado, a primeira coisa que alguns fazem ao configurar um novo computador, é colocar a barra de tarefas para o lado esquerdo da tela. Até posso imaginar o motivo de não terem colocado isso por padrão – imagine só as queixas das empresas que precisarão reensinar seus funcionários – mas não há nenhuma razão para você sofrer com configurações predefinidas da época de quando a resolução média de tela era 800×600.

No passado, o Windows não fez um trabalho tão legal para pessoas que gostam da barra de tarefas dos lados. Claro, você podia mover a barra de tarefas para um dos lados, mas era algo meio estranho – os degradês ficavam errados, o menu Iniciar ficava “idiota”, e você se sentia como um cidadão de segunda classe. A barra de tarefas do Windows 7 parece até que foi projetada para ser usada verticalmente – os ícones funcionam bem, truques de atalhos mencionados anteriormente, como o WinKey+T também, que automaticamente muda de seta para esquerda e seta para direita para seta para cima e seta para baixo. O melhor disso tudo é que você terá um melhor espaço para aproveitar na sua tela.

Experimente! Em especial, se você tiver um netbook com resolução de tela de 1024×600, imediatamente apreciará o espaço extra para navegar na internet. No primeiro dia você ficará perdido, mas depois provavelmente irá se “converter” para um entusiasta dessa “técnica”.
23. Fixe suas pastas favoritas

Se você está sempre trabalhando nas mesmas quatro ou cinco pastas, você pode fixá-las facilmente na jump list do Windows Explorer na barra de tarefas. Clique e arraste a pasta para o ícone do Windows Explorer na superbar e ela será automaticamente fixada na jump list do Explorer.
24. Faça com que o Windows Explorer abra o “Meu computador”

Se você gasta mais tempo mexendo em arquivos fora das pastas de documentos do Windows do que dentro delas, talvez você queira mudar o diretório inicial do Windows Explorer para o Computador.
“Meu computador” no Windows Explorer

“Meu computador” no Windows Explorer

Para fazer isso, abra o menu iniciar e procure pela entrada do Windows Explorer (está na pasta de Acessórios). Edite as propriedades e mude o caminho (Target) para: %SystemRoot%explorer.exe /root,::{20D04FE0-3AEA-1069-A2D8-08002B30309D}

Se você quiser que as alterações entrem em efeito no ícone da barra de tarefas, você precisa desfixar e depois refixar (unpin e repin) o ícone. É importante lembrar que o atalho WinKey+E continuará abrindo o Windows Explorer na pasta de documentos; ainda não há um jeito de alterar isso.
25. Tunando o ClearType e o calibramento de cores na tela

Se você quiser ajustar o seu monitor na exibição de imagem ou texto, nós temos ferramentas integradas para tal. É incrível como essas ferramentas fazem a diferença: muitas vezes, escurecendo um pouco mais a fonte e ajustando a gama corretamente, o monitor parece muito melhor do que antes. Você pode fazer isso na sua televisão de alta definição de 42 polegadas que acabou de comprar. Mas, por que não fazer no computador que você usa todos os dias?

ClearType

Calibramento de cores

Acesse essas ferramentas por buscando no Iniciar por cttune.exe e dccw.exe, respectivamente, ou diretamente do Painel de Controle.
26. Gravação de imagens ISO

Você pode dar um duplo-clique sobre uma imagem ISO de CD ou DVD e verá um útil applet aparecer na sua tela. Ele permitirá que você queime a imagem numa mídia vazia. Chega de utilitários shareware e outros softwares de confiança duvidosa!

Utilitário built-in do Windows 7 para gravação de imagens ISO
27. Windows Movie Maker

O Windows 7 não inclui um software para edição de vídeos – ele foi movido para o pacote Windows Live Essentials, que contém o Mail, o Photo Gallery e o Messenger. Infelizmente, o Windows Live Movie Maker, por estar em estágio beta, ainda está com poucas funções (o pessoal da Microsoft está trabalhando nisso). A melhor solução da Microsoft que existe atualmente é o Windows Movie Maker 2.6, que é, basicamente, o mesmo utilizado no Windows XP. Faltam transições e efeitos do Windows Vista, além de não suportar edição de vídeo em alta definição. Mas é bastante funcional para vídeos domésticos.
Windows Movie Maker 2.6 é compatível com o Windows 7

Windows Movie Maker 2.6 é compatível com o Windows 7

Faça o download do Windows Movie Maker 2.6 por aqui.
28. Oculte o ícone do Windows Live Messenger

Provavelmente sua primeira ação ao terminar de instalar o Windows 7 foi instalar o pacote de aplicativos Windows Live Essentials. Se não foi, você não está aproveitando totalmente a experiência de usuário do Windows. Se você é um usuário avançado do Windows Live Messenger, provavelmente amou a jump list que permite a alteração de status e o envio de mensagem a alguém, tudo isso facilmente:
Windows Live Messenger aparece por padrão na barra de tarefas

Windows Live Messenger aparece por padrão na barra de tarefas

Por outro lado, você pode preferir manter o Windows Live Messenger na bandeja do sistema, como em outras versões anteriores. Para fazer isso, feche o Windows Live Messenger e edite as propriedades do atalho, configurando o aplicativo para ser executado em modo de compatibilidade com o Windows Vista. Bingo!
29. Desfrute do peixe

Estou surpreso como poucas pessoas perceberam a piada sutil com o peixe siamês que faz parte do papel de parede padrão, assim sendo, vou fazer minha parte e manter o segredo escondido. Procure por pistas na Wikipédia.
30. Quando tudo isso falhar…

Sempre existem aquelas situações não muito boas – o sistema não iniciou corretamente, então você quer algo onde possa rapidamente ter acesso ao prompt de comando para solucionar o problema de forma correta. O Windows 7 agora inclui uma ferramenta que lhe permite criar um disco para reparação do sistema, que é um CD bootável que inclui o prompt de comando e uma suíte de ferramentas do sistema. Apenas digite “system repair disc” na barra de busca do menu Iniciar e você irá até o utilitário.

Tradutores responsáveis: Paulo Seikishi Higa: 1, 7, 9, 10, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23, 24, 25, 26, 27, 28. Helito Bijora: 2, 3, 4, 5, 6, 8, 11, 13, 29, 30. Mário Zunino: 12.

É importante lembrar que, conforme o item 4 dos nossos termos e condições, o Guia do PC e seus responsáveis não se responsabiliza por possíveis traduções erradas, ou dicas que venham a prejudicar o funcionamento do seu computador. Esta tradução livre foi feita unicamente com o objetivo de ajudar aos que desejam dicas interessantes para o seu Windows, mas não dominam o idioma inglês para compreender o artigo original.

-23.474868 -46.707903

Editar : Editar
Comentários : Deixar um comentário »

Categorias : Uncategorized


13 Motivos para abandonar o orkut

1 02 2011

Compartilhar17
Comentárioscomentários (306)
Imprimir
Compartilharcompartilhe este link

13 MOTIVOS PARA ABANDONAR O ORKUT

No Brasil, quando se fala em rede social o primeiro nome que surge na cabeça da grande maioria dos usuários é o Orkut. Não é à toa que (segundo dados do dia 4 de maio de 2010) 50,6% de todos os perfis cadastrados são brasileiros. O país é seguido pela Índia, com 20%, e pelos Estados Unidos da América, com quase 18%.

É fato, não dá para negar que o Orkut é uma das redes sociais que mais influencia os internautas brasileiros, afinal desde 2004 o número de contas de usuários só vem crescendo. O problema é que nesses seis anos pouca coisa foi efetivamente melhorada na estrutura do serviço.

Muitos dos cadastrados na rede reclamam constantemente de uma série de fatores que poderiam ser melhorados, mas que estão abandonados pela equipe de desenvolvimento. Aliás, deve-se lembrar que ao contrário do Facebook, que trilha seus passos sozinho, o Orkut pertence à Google, que possui outros projetos julgados como mais importantes.

Sair ou ficar?

O Portal Baixaki reuniu e destrinchou alguns dos motivos mais citados pelos usuários que desistiram do Orkut, para mostrar quais são as principais razões apontadas para abandonar esta rede social que é tão amada e odiada por todos.

Os problemas

1) Demora nas atualizações

Em 2009 houve uma grande movimentação por parte dos usuários: eram boatos, imagens oficiais e não oficiais que circulavam por sites e blogs, notícias sobre necessidade de convites e muita correria pelos poucos que surgiriam. O motivo? O tão esperado novo Orkut que foi lançado cinco anos após o lançamento da primeira versão.

E apesar de as mudanças gráficas nas páginas de usuários serem muito ferozes, páginas de comunidades continuaram iguais, ganhando apenas algumas curvas. Isso muito após o lançamento do “Novo Orkut”, provando a demora citada acima.

2) Apps com baixa qualidade

Felizmente há exceções, mas grande parte dos aplicativos criados para o Orkut, ou pelo menos dos principais, são feitos com base em aplicativos de sucesso em outras redes sociais, como o Facebook. Além da falta de aplicativos originais, muitos dos que são criados para o Orkut acabam possuindo pouca qualidade gráfica ou bugs, por serem feitos às pressas.

3) Aplicações aparecendo nas atualizações de usuários

As atualizações de amigos são muito interessantes, pois se pode considerar que o mecanismo simula de certa forma alguns serviços de microblogs. O problema é que às vezes essas atualizações deixam de dizer respeito às fotos e mudanças nos perfis, para se limitarem a mensagens como “Seu amigo está jogando Colheita Feliz”.

Atualizações podem ser muito chatas

4) Comunidades tornaram-se rótulos de identificação

No início, os usuários se reuniam para discutir os principais assuntos relacionados ao tema proposto pela comunidade. Com o passar do tempo foram sendo criadas muitas comunidades iguais e também muitas que passaram a se tornar rótulos.

Ao invés de participar ativamente de cinco ou seis comunidades, todos começaram a ingressar em centenas delas, esperando que assim, outros usuários entendessem melhor o perfil colocado na web, dispensando uma resposta conveniente à cruel pergunta: “quem sou eu?”.

Comunidades são rótulos

5) Muitos perfis falsos

Os perfis “fake” já foram um incômodo maior, mas muitos foram excluídos depois de uma limpa feita pela equipe da Google. É verdade que hoje as respostas às denúncias são muito mais rápidas, mas isso não impede a proliferação dos perfis falsos, ainda mais com a eliminação da obrigatoriedade de convite para o ingresso na rede.

6) Muita privacidade

É preciso admitir, todos que estão no Orkut já o utilizaram para “fuçar” a vida de outros usuários. Com o excesso de opções de segurança e privacidade (o que não é ruim para todos), esses momentos de “espionagem” tornaram-se impossíveis.

7) Orkut Promova

Criar promoções sobre festas, atos públicos ou outras ações é ótimo. Só que o Promova foi atingido pelo vírus do mau uso e tornou-se uma chateação para os usuários, pois começou a ser usado para difundir mensagens ofensivas, satíricas ou simplesmente para frases sem sentido.

8) Público limitado

Ao contrário do que acontece em outras redes sociais, como o Twitter, o público do Orkut é muito limitado ao Brasil. Isso se deve ao fato de a rede ser dominada pelos brasileiros, mas também porque a Google só mostra resultados que possuam compatibilidade com o perfil acessado.

Muitos brasileiros

Por que isso é chato? Simples, impede os usuários de contatarem usuários de outros países e agregar outros elementos às culturas pessoais, o que é muito mais fácil em serviços como o Facebook, que possui um público muito mais heterogêneo.

9) Problemas para enviar recados com links

Depois de um tempo em que todo e qualquer link era aceito pelas páginas de recados, o que gerava a proliferação de muitos vírus disfarçados em “fotos da festa de ontem”, agora é quase impossível mandar um recado com link sem passar pelo “pente fino” do Orkut.

Devido à grande demanda por segurança, mesmo vídeos do YouTube passam por verificações de remetente, ou seja, é difícil passarem direto sem que seja necessária a digitação do texto de confirmação. Mesmo assim, em alguns momentos os recados vão para a pasta de spam

10) Não é mais para reencontrar amigos reais

Se lá no começo o Orkut era muito divertido para que os usuários encontrassem velhos colegas de escola ou de faculdade, o mesmo já não pode ser dito. Depois de passar por um período em que uns adicionavam outros usuários apenas para aumentar o número de amigos, a rede social acaba substituindo relacionamentos reais.

11) Depoimentos já foram mais legais

“Diga ao mundo o que você pensa sobre seu amigo”, essa era a proposta dos “Testimonials” lá nos primórdios da rede social. Os depoimentos trocados eram bastante sentimentais e sinceros, dando realmente um significado à utilização deles.

Depoimentos nem sempre são legais

Como quase tudo o que era pra ser dito, já foi dito, a grande maioria dos perfis começaram a ser bombardeados por depoimentos rasos, disputas pelo “topo na lista” dos depoimentos e tantos outros que fogem dos ideais do Orkut. Isso sem falar que muitos utilizam os depoimentos para enviar “recados secretos”.Outro exemplo muito bom

12) Usuários inconsequentes

“Hey gata, me add!” é uma frase recorrente na rede social, mas isso não é o pior. Há muitos usuários inconsequentes no Orkut, que não estão interessados em leis morais e colocam fotos chocantes, frases ofensivas e tantas outras coisas que tanto incomodam os outros.

13) Marcar amigos em fotos

Tudo bem, marcar os amigos nas fotos pode ser bem útil, ainda mais porque os marcados têm acesso direto às fotos por meio da página de perfil. O problema é que uma nova modalidade de imagens surgiu com isso.

obrigado a todos ass: escayter download

-23.474868 -46.707903

Deixe Seu Comentario

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.